Dia 03 de Junho tem Banda Libanos em Jerumenha

Dia 03 de Junho tem Banda Libanos em Jerumenha
Apoio Guadalupe FM 97.5 e Guadalupe Agora

DANIEL E BANDA LANÇA NOVO CD

DANIEL E BANDA LANÇA NOVO CD
NOVO CD DE DANIEL E BANDA TRÁS MUSICAS INÉDITAS

Participe da Trezena de Santo Antônio

Participe da Trezena de Santo Antônio
De 29 a 14 de Junho 2015

Guadalupe FM 97.5 Rádio de Verdade

Guadalupe FM 97.5 Rádio de Verdade
Guadalupe FM 97.5 em 2015 muito mais você

Guadalupe FM

GUADALUPE FM 97.5 - AO VIVO

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Pagar reajuste pode implicar até em atrasos na folha de servidores do PI


O secretário de Fazenda Rafael Fonteles está confiante de que o Programa de Recuperação Fiscal (Refis) irá ajudar no incremento financeiro às contas do estado, que deverá ser bem mais evidente no ano de 2016. Em entrevista ao programa Agora da TV Meio Norte, o secretário comentou sobre o montante da dívida hoje do estado e destacou que a ajuda dos contribuintes na adesão ao programa será de grande varia para ajudar na recuperação das contas públicas.
Rafael comentou ainda sobre os possíveis danos às contas públicas que os reajustes pedidos pelas categorias podem causar, caso sejam aplicados.
REFIS
Iniciado nesta semana, a campanha está oferecendo anistia com parcelamento longo para quem tem débitos com o ICMS, IPVA e ITCMD. Essas pessoas podem negociar esses débitos até o dia 30 de junho deste ano. O contribuinte terá até 120 meses para fazer o parcelamento.

"Hoje o estado tem um déficit grande e essa dívida, de onde vem? R$ 1,2 bilhão é só da nossa dívida de precatórios, onde R$ 7 milhões são depositados todos os meses. Temos dívidas das operações de crédito e dúvidas administrativas com fornecedores. Aquilo que estava empenhado relativo a 2014, cerca de R$ 350 milhões, metade foi pago, de serviços essenciais. Agora o que não estava empenhado não chega ao sistema da Fazenda", disse Fonteles.
SISTEMA A SER MELHORADO
O secretário lamentou inclusive a falta de um sistema que mantenha vínculo de fornecedores da fazenda desde a época da contratação. "Me surpreendeu os contratos serem feitos e este acompanhamento não ser realizado pela Sefaz, que é para onde tudo termina se encaminhando", afirmou. Em despesas que não estavam empenhadas a estimativa é de que o valor varie entre R$ 500 milhões a R$ 1 bilhão.

OUTROS MEIOS DE ARRECADAÇÃO
Outros programas de arrecadação animam o secretário. "Com outro programa, que é o CPF na Nota a ser lançado ainda em junho, a repercussão na economia será evidente. Com o comércio eletrônico o incremento na economia pode ser de R$ 60 milhões no próximo ano e que no futuro pode chegar a R$ 150 milhões. Temos ainda a convergência de alíquotas e por último os royalties, pois tendo esse novo recurso e podendo usar, sobraria mais para outras áreas", destacou.

Rafael Fonteles fez ainda outra queixa, desta vez com a redução nominal do Fundo de Participação dos Estados. "Isso tudo deixa a situação de negociação difícil, o momento realmente é de muita fragilidade, mas ninguém pode ficar, por causa da crise, deixando de fazer as coisas".
REAJUSTE AOS POLICIAIS
O secretário comentou na entrevista sobre as negociações com os policiais militares e o impacto dos reajustes que devem ser aplicados na economia. O incremento chega a ser de até R$ 27 milhões por mês. E o medo da administração é de que o pagamento de valores acima do prudencial possa, mais tarde, implicar no atraso do pagamento de servidores de outras categorias, não só na segurança.
Publicado Por: Apoliana Oliveira

Câmara aprova fim da reeleição para prefeitos, governadores e presidente

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (27/5) o fim da reeleição para os chefes dos poderes executivos. Prefeitos, governadores e o presidente da República não poderão mais se candidatar à reeleição.
O texto não se aplicará aos governadores eleitos em 2014 e aos prefeitos eleitos em 2012, nem a quem os suceder ou substituir nos seis meses anteriores ao pleito subsequente, exceto se já tiverem exercido os mesmos cargos no período anterior.
No Piauí, por exemplo, os prefeitos eleitos em 2016 não poderão tentar um novo mandato. O governador Wellington Dias ainda poderá tentar a reeleição.
Publicado Por: Aquiles Nairó

Prefeito cassado consegue liminar e permanece no cargo

Prefeito de Marcos Parente - Manoel Emídio.
O prefeito cassado Manoel Emídio de Oliveira, da cidade de Marcos Parente - PI, conseguiu mais uma liminar, dessa vez foi no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por meio da Ministra Luciana Lóssio.
A Ação Cautelar foi autuada na noite de quarta-feira (27/05) às 18h:48min e deferida na mesma noite às 20h:55min pela ministra. 
Manoel Emídio e seu vice Jesoaldo Benvindo, foram cassados em primeira instância e em segunda instância por unanimidade pelo Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), por abuso de poder econômico, abuso de poder político e conduta vedada a agente público.
O segundo colocado o médico Dr. Gédison Alves Rodrigues, não chegou a assumir a prefeitura porque a presidenta da câmara de vereadores, Maria Selma Ribeiro adiou a posse que estava prevista para a tarde de quarta-feira.
Mas o advogado da coligação "A Vitória que vem do Povo", Dr. Raimundo de Araujo Silva Junior, já esta recorrendo da decisão da ministra para cassar a liminar no TSE.

Edição: Geysa Silva

Senado aprova MP que restringe acesso a pensão por morte

O Senado aprovou nesta quarta-feira (27) a medida provisória 664, que restringe o acesso ao pagamento da pensão por morte. Como o texto já havia sido aprovado pela Câmara, segue agora para sanção da presidente Dilma Rousseff. (Veja ao final desta reportagem como votou cada senador)
A MP faz parte do pacote de ajuste fiscal do governo federal e é a segunda aprovada pelos senadores. Nesta terça (26), os parlamentares aprovaram a MP 665, que altera regras para o acesso ao seguro-desemprego, ao abono salarial e ao seguro-defeso.
Pelo texto aprovado, os cônjuges só poderão requerer pensão por morte do companheiro se o tempo de união estável ou casamento for de mais de dois anos e o segurado tiver contribuído para o INSS por, no mínimo, um ano e meio.
Antes, não era exigido tempo mínimo de contribuição para que os dependentes tivessem direito ao benefício, mas era necessário que, na data da morte, o segurado estivesse contribuindo para a Previdência Social.
O texto original enviado pelo governo previa, para a concessão do benefício, dois anos de união e dois anos de contribuição.
O Senado também confirmou a alteração feita na Câmara que institui que o benefício pago pela Previdência Social aos pensionistas continuará sendo o valor da aposentadoria que o segurado recebia ou teria direito a receber se estivesse aposentado por invalidez na data da morte. O governo havia previsto no texto original a redução do benefício pela metade.
Tabela de duração das pensões
De acordo com a MP, a tabela de duração das pensões aos cônjuges, fixando como base a idade, e não a expectativa de vida dos pensionistas, fica da seguinte forma:
- 3 anos de pensão para cônjuges com menos de 21 anos de idade
- 6 anos de pensão para cônjuge com idade entre 21 e 26 anos
- 10 anos de pensão para cônjuge com idade e entre 27 e 29 anos
- 15 anos de pensão para cônjuge com idade entre 30 e 40 anos
- 20 anos de pensão para cônjuge entre 41 e 43 anos
- Pensão vitalícia para cônjuge com mais de 44 anos
Além disso, quando o tempo de casamento ou de contribuição forem inferiores ao necessário para se ter o benefício, o cônjuge terá ainda assim direito a uma pensão, mas somente durante quatro meses. O texto original não previa a concessão desse benefício temporário.
Fator previdenciário
Na Câmara, a MP 664 foi alvo de intensos debates e havia recebido uma emenda que altera o fator previdenciário. Nesta quarta, o Senado confirmou a mudança, o que contraria os interesses do governo.
Atualmente o fator reduz o valor do benefício de quem se aposenta por tempo de contribuição antes de atingir 65 anos (nos casos de homens) ou 60 (mulheres). O tempo mínimo de contribuição para aposentadoria é de 35 anos para homens e de 30 para mulheres.
A proposta aprovada no último dia 13 na Câmara e confirmada pelos senadores institui a fórmula conhecida como 85/95, na qual o trabalhador se aposenta com proventos integrais se a soma da idade e do tempo de contribuição resultar 85 (mulheres) ou 95 (homens).
Apesar de contrariar os interesses do governo, já que a extinção do fator previdenciário pode impactar as contas públicas a médio prazo, a alteração no sistema atual teve o apoio de diversos líderes e de senadores da base aliada. Alguns deles, como Paulo Paim (PT-RS) e Walter Pinheiro (PT-BA), chegaram a se posicionaram a favor da mudança antes da votação e a mobilizar colegas para votarem a favor da extinção do fator. Além disso, caso o texto fosse novamente alterado no Senado, a MP voltaria para nova análise da Câmara e dificultaria a aprovação da matéria. Isto porque a MP 664 perderia a validade no próximo dia 1º de junho caso não fosse aprovada pelo Congresso até a data.
Para professoras, de acordo com a MP, a soma deve ser 80 e para professores, 90. Se o trabalhador decidir se aposentar antes, a emenda estabelece que a aposentadoria continua sendo reduzida por meio do fator previdenciário.
Veja, por ordem alfabética, qual foi a posição de cada senador na votação da MP 664:
Aécio Neves (PSDB-MG) - Não
Aloysio Nunes (PSDB-SP) - Não
Álvaro Dias (PSDB-PR) - Não
Ângela Portela (PT-RR) - Sim
Antõnio Carlos Valadares (PSB-SE) - Abstenção
Ataídes Oliveira (PSDB-TO) - Não
Benedito de Lira (PP-AL) - Sim
Blairo Maggi (PR-MT) - Sim
Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) - Não
Ciro Nogueira (PP-PI) - Sim
Cristovam Buarque (PDT-DF) - Não
Dalírio Beber (PSDB-SC) - Não
Dário Berger (PMDB-SC) - Sim
Davi Alcolumbre (DEM-AP) - Não
Delcídio do Amaral (PT-MS) - Sim
Donizeti Nogueira (PT-TO) - Sim
Douglas Cintra (PTB-PE) - Sim
Edison Lobão (PMDB-MA) - Sim
Eduardo Amorim (PSC-SE) - Abstenção
Elmano Férrer (PTB-PI) - Sim
Eunício Oliveira (PMDB-CE) - Sim
Fátima Bezerra (PT-RN) - Sim
Fernando Coelho (PSB-PE) - Sim
Fernando Collor (PTB-AL) - Sim
Flexa Ribeiro (PSDB-PA) - Não
Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) - Sim
Gleisi Hoffmann (PT-RS) - Sim
Hélio José (PSD-DF) - Sim
Humberto Costa (PT-PE) - Sim
Jader Barbalho (PMDB-PA) - Sim
João Alberto Souza (PMDB-MA) - Sim
João Capiberibe (PSB-AP) - Sim
Jorge Viana (PT-AC) - Sim
José Agripino (DEM-RN) - Não
José Medeiros (PPS-MT) - Sim
José Pimentel (PT-CE) - Sim
José Serra (PSDB-SP) - Não
Lídice da Mata (PSB-BA) - Sim
Lindbergh Farias (PT-RJ) - Sim
Lúcia Vânia (PSDB-GO) - Sim
Marcelo Crivella (PRB-RJ) - Sim
Maria do Carmo Alves (DEM-SE) - Não
Marta Suplicy (Sem partido-SP) - Sim
Omar Aziz (PSD-AM) - Sim
Otto Alencar (PSD-BA) - Sim
Paulo Bauer (PSDB-SC) - Não
Paulo Paim (PT-RS) - Sim
Paulo Rocha (PT-PA) - Sim
Raimundo Lira (PMDB-PB) - Sim
Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) - Abstenção
Regina Sousa (PT-PI) - Sim
Reguffe (PDT-DF) - Não
Roberto Requião (PMDB-PR) - Sim
Roberto Rocha (PSB-MA) - Sim
Romário (PSB-RJ) - Sim
Romero Jucá (PMDB-RR) - Sim
Ronaldo Caiado (DEM-GO) - Não
Rose de Freitas (PMDB-ES) - Sim
Sandra Braga (PMDB-AM) - Sim
Sérgio Petecão (PSD-AC) - Não
Simone Tebet (PMDB-MS) - Sim
Tasso Jereissati (PSDB-CE) - Não
Telmário Mota (PDT-RR) - Sim
Valdir Raupp (PMDB-RO) - Sim
Vanessa Grazziotin (PCdoB - AM) - Sim
Vicentinho Alves (PR-TO) - Sim
Waldemir Moka (PMDB-MS) - Sim
Walter Pinheiro (PT-BA) - Sim
Wellington Fagundes (PR-MT) - Sim
Wilder Morais (DEM-GO) - Não
Zezé Perrella (PDT-MG) - Sim 
Fonte: G1

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Enem: Saiba aqui como pedir isenção da taxa integral de inscrição de R$ 63

Neste ano, o Ministério da Educação aumentou o valor da taxa de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Até 2014, eram cobrados R$ 35 dos candidatos ao Enem. O valor agora é de R$ 63.
Estudantes matriculados no 3° ano do ensino médio estão automaticamente isentos da taxa de inscrição. Já os candidatos de baixa renda devem fazer a declaração de carência para pedir a dispensa do pagamento durante a inscrição.
No site de inscrição do Enem, o candidato deve preencher um formulário socioeconômico no qual são solicitadas informações sobre a renda familiar, o número de pessoas que compõem a família e o tipo de escola que frequentou durante o ensino médio (pública, particular e particular com bolsa de estudos integral).
Ao final do formulário, o candidato tem a opção de "Declarar carência", em que informa não ter condições financeiras de pagar os R$ 63 para fazer a prova do Enem e afirma ter os documentos necessários para comprovar sua condição.
O sistema aprova ou nega automaticamente o pedido de isenção conforme as informações declaradas no questionário.
Conforme o edital do Enem 2015, podem pedir isenção candidatos que fizeram todo o ensino médio em escola pública ou como bolsista em escola particular e tenham renda familiar de até um salário-mínimo e meio por pessoa. Estudantes cuja família tenha rendimento mensal inferior a três salários-mínimos também serão dispensados do pagamento.
O candidato que tiver o pedido negado deverá gerar uma Guia de Recolhimento da União (GRU), que deve ser paga no Banco do Brasil. O boleto da taxa de inscrição precisa ser pago até às 21h59 (horário de Brasília) de 10 de junho.
PUNIÇÃO PARA FALTOSOS
A partir desta edição, os candidatos isentos que não comparecerem nos dois dias de provas perderão o benefício de isenção de pagamento para a próxima edição do exame nacional.

Em 2014, 6,4 milhões de candidatos ao Enem tiveram isenção na taxa de inscrição. Ao todo, 8,7 milhões se inscreveram nas provas do exame nacional.
PASSO A PASSO DA INSCRIÇÃO DO ENEM
Neste ano, as inscrições do Enem vão até 5 de junho. Há algumas novidades no processo de inscrição, principalmente em relação a medidas de segurança do sistema informatizado.

Veja abaixo todos os detalhes para se inscrever:
O que é preciso
O candidato precisa ter em mãos seu RG, o número do seu CPF e um endereço de e-mail pessoal. Neste ano, um mesmo endereço de e-mail não poderá ser usado em mais de uma inscrição no exame.

É necessário informar também um número válido de telefone fixo ou de celular.
Como pedir atendimento especial
Estudantes com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual, dislexia, déficit de atenção, autismo, discalculia ou com outra condição especial podem pedir atendimento especializado durante as provas do Enem. É preciso que preencham o campo específico no formulário de inscrição indicando qual o atendimento necessário durante o exame.

Gestantes, lactantes, idosos, alunos em classe hospitalar e sabatistas também têm o direito a atendimento específico desde que informem sua condição no ato da inscrição.
Nome social
Travestis e transexuais podem solicitar o uso do nome social no exame. Para isso, devem fazer sua inscrição normalmente no site até o dia 5 de junho.

No período entre 15 e 26 de junho, devem entrar novamente na página do Enem e solicitar o uso do nome social em formulário disponível on-line. O candidato deve ter documentos comprobatórios de sua condição.
Diploma de ensino médio
O candidato que tiver mais de 18 anos e pretende usar o exame nacional para pedir a certificação de ensino médio deve indicar seu objetivo na inscrição.

Língua estrangeira
No formulário de inscrição, o candidato deve selecionar se quer responder a perguntas de inglês ou de espanhol como língua estrangeira.

Local para a prova
O estudante deve escolher em qual cidade pretende fazer as provas do exame nacional, que serão aplicadas nos dias 24 e 25 de outubro. O local pode ser alterado até o fim do período de inscrições.

Confirmação de inscrição
Os candidatos que pediram a isenção do pagamento devem conferir na página do Enem se o seu pedido foi aceito até o dia 5 de junho. Caso o pedido seja negado, é preciso criar o boleto de pagamento no site e pagá-lo até o dia 10 de junho.

Cartão de confirmação da inscrição
Neste ano, o cartão de confirmação do candidato será divulgado pelo Inep apenas no site do Enem. Ainda não há data prevista para sua divulgação.
Fonte: Com informações do G1
Publicado Por: Fábio Carvalho

Governo admite PIB menor em 2016 e mínimo R$ 1 mais alto, em R$ 855

O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, estimou um crescimento menor do Produto Interno Bruto (PIB) para o ano de 2016 e, também, subiu a previsão para o salário mínimo em R$ 1 para o ano que vem, passando de R$ 854 para R$ 855 – o valor de R$ 854 constava da proposta para a LDO de 2016, entregue em abril ao Legislativo.
Em relação ao valor atual do salário mínimo, de R$ 788, a nova previsão, para vigorar em 2016, representa um aumento de R$ 67.
De acordo com as novas estimativas para o próximo ano, trazidas pelo ministro do Planejamento, o Produto Interno Bruto (PIB) deverá registrar crescimento de 1% no ano que vem. No início de abril, quando foi divulgado o projeto de lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016, o primeiro passo para o orçamento do ano que vem, documento que já foi enviado ao Legislativo, a previsão oficial de crescimento do PIB do ano que vem estava em 1,3%. Barbosa participa nesta quarta-feira (27) de audiência pública na Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional.
Para 2017 e 2018, a estimativa oficial do governo para o crescimento da economia brasileira não se alterou, permanecendo em altas de de 1,9% e 2,4%, respectivamente, para o Produto Interno Bruto (PIB). Para este ano, o governo confirmou que prevê uma retração de 1,2% no PIB – o que, se confirmado, será o maior recuo em 25 anos.
Salário mínimo
Ao mesmo tempo, o governo também passou a projetar um salário mínimo um pouco mais alto. Em abril, no projeto da LDO, o Ministério do Planejamento estimava um salário mínimo de R$ 854 para valer a partir de janeiro do ano que vem – com pagamento em fevereiro. Nesta quarta-feira, a nova estimativa do governo é de que o salário mínimo, para vigorar no próximo ano, será de R$ 855.
"O cenário macroeconômico [com estimativas para o PIB, inflação e salário mínimo] é revisado a cada dois meses pela junta de execução orçamentária, formada pela Fazenda, Casa Civil e pelo Ministério do Planejamento. O cenário feito pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, que fica muito próximo do que o mercado aponta", afirmou o ministro Nelson Barbosa no Congresso Nacional.
Valor atual e formato de correção
Atualmente, o salário mínimo, que serve de referência para mais 46 milhões de pessoas no Brasil, está em R$ 788. A correção do salário mínimo é definida pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), índice de inflação calculado pelo IBGE, do ano anterior ao reajuste, somada ao aumento do PIB de dois anos antes, o que proporciona ganhos reais – acima da inflação – para os assalariados, mas somente se o PIB tiver crescimento. Essa fórmula valia até este ano, mas, recentemente o governo enviou uma Medida Provisória ao Congresso estendendo o formato até 2019.
Previsão para o mínimo em 2017 e 2018
Para 2017 e 2018, respectivamente, a nova estimativa do governo federal para o salário mínimo é de R$ 901,6 e de R$ 961. Em abril deste ano, no projeto da LDO do ano que vem, a previsão do governo para o salário mínimo estava em R$ 900,1 e de R$ 961 para 2017 e 2018, respectivamente.
Inflação em 5,6% em 2016
Embora tenha subido sua previsão para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2015 de 8,2% para 8,26% para 2015, informação já divulgada na semana passada, a estimativa do governo para o comportamento da inflação em 2016, 2017 e 2018 não se alterou frente a abril.
Deste modo, permanece, respectivamente, em 5,6%, 4,5% e 4,5%. "Haverá alta da inflação neste ano e queda mais forte no ano que vem. O Banco Central trablha para trazer para o centro da meta de 4,5% no ano em 2016", declarou o ministro do Planejamento no Congresso Nacional
Fonte: G1

Deputado Georgiano Neto dá boas noticias ao povo de Guadalupe e Região

Deputado Estadual Georgiano Neto PSD.

O Deputado Estadual Georgiano Neto - PSD, participou do programa Guadalupe Noticias, da rádio Guadalupe FM 97.5, na entrevista o jovem Deputado fez um importante comunicado a população de Guadalupe e região.

Georgiano Neto - PSD afirmou aos ouvintes da emissora que voltou a procurar o diretor do DNIT, Dr. Sebastião para cobrar mais uma vez a recuperação do trecho da estrada que liga Floriano a Jerumenha e recebeu a informação que hoje acontecia a licitação modelo pregão eletrônico para a realização da obra necessário no trecho da BR 343, interligando os dois Municípios.

Georgiano Neto disse ainda que ao procurar o DER para também cobrar do órgão a recuperação da PI que liga Guadalupe a Jerumenha, recebeu a informação que a empresa Multipla, já esta trabalhando na PI fazendo o roço e que a partir de 1º de Junho, iniciará a operação tapa buracos.

Vale salientar que desde o inicio de seu mandato a recuperação desta estrada vem sendo bandeira de luta do jovem deputado filho de Guadalupe.

Requerimento apresentado por ele neste sentido na Assembléia Legislativa do Estado, foi aprovado por unanimidade e encaminhado aos dois órgãos, Georgiano segue na luta para também conseguir a recuperação de outras estradas federais e estaduais em nosso Estado.

A noticia foi recebida com alegria pela população de Guadalupe e Jerumenha que imediatamente parabenizaram através de mensagem de texto o trabalho e empenho do Deputado Estadual Georgiano Neto.

terça-feira, 26 de maio de 2015

Aniversariante do Dia - Patricia Pimentinha

Patricia Pimentinha.

A Guadalupe FM 97.5 e Guadalupe Agora parabenizam a amiga e ouvinte de todos os dias Patricia Ramos, mais conhecida como Patricia Pimentinha, desejamos a ela paz, saúde, alegria, realizações e muitos e muitos anos de vida, Parabéns.

Câmara Municipal acerta envio de carta de repúdio a Superintendência do Banco do Brasil

Finalmente depois de 26 dias sem contar com os serviços bancários do Banco do Brasil em Guadalupe os Vereadores, na sessão desta segunda-feira, cobraram na tribuna uma solução para a precariedade no atendimento do Banco do Brasil em nossa cidade.

Foi relatado que tem gente que não recebeu o salário do mês de Abril por falta de dinheiro nos caixas, Vereador Amadeu Jr - PSB disse que teve que pagar boletos nas agências do Banco em Floriano e São João dos Patos.

Vereadora Dra. Lucia - PMDB disse que reclamou pelo 0800 da situação, tentou falar com a Superintendência do Banco mais não conseguiu.

Vereador Edivan Miranda - PCdoB disse ter falado com o Prefeito e o mesmo lhe disse que já havia conversado com a Superintendência que lhe garantiu que em breve o problema será resolvido.

Vereadora Surama Martins - DEM disse que sempre vem procurando informações sobre a normalização dos serviços bancários, até porque a população cobra uma ação dos Vereadores e da Câmara, disse que ao falar com o gerente o mesmo lhe disse que não tem previsão para a regularização dos serviços.

Vereador Ad - PSC sugeriu que a Câmara Municipal de Guadalupe enviasse a Superintendência do Banco do Brasil uma carta de repúdio pelo desrespeito ao povo de Guadalupe e cobrando uma solução o mais breve possível.

Vereador Amadeu Jr - PSB sugeriu que esta carta de repúdio seja também encaminhada ao Prefeito para que o mesmo também assinasse a mesma e tomasse conhecimento da mesma, para a Superintendência do Banco e Banco Central.

A população esta insatisfeita com a falta dos serviços bancários do Banco do Brasil, com isso a cidade praticamente parou economicamente, as pessoas estão indo a Floriano, São João dos Patos e outras cidades para resolver negócios.

O dinheiro disponível nos caixas eletrônicos não é suficiente para atender a clientela, em meia hora os caixas estão desabastecidos, pra piorar a falta de informação, também prejudica a população.


segunda-feira, 25 de maio de 2015

Cidade da Luz, vive no escuro



A administração municipal em Guadalupe não consegue atender nem as necessidades básicas da população, um exemplo disso é a iluminação publica, no poder a seis anos esta administração não consegue manter a cidade luz iluminada, as reclamações são constantes, veja a situação da Rua Guanabara no Bairro Vila Boa Esperança.

Stefhany lança clipe gravado no PI e fala de rejeição por seu show gospel

A cantora piauiense Stefhany acaba de lançar seu novo clipe da música Fiel Adorador - Como Jó. A letra é de coautoria entre a cantora e o músico Chagas Santos, que fez o arranjo da canção. As imagens foram gravadas em estúdio e as externas tem como locação a PI-227, no trecho entre os municípios de Inhuma e São José do Piauí.
O canção, que logo na abertura do clipe é dita baseada em fatos reais, começa com a produção da cantora recebendo uma proposta de show. Porém, seu trabalho na música gospel é desprezado, e o falso cliente pede pela Stefhany Absoluta. Ao ver que o novo estilo musical é alvo de chacotas, a cantora começa a chorar, e segue a canção.
Nas imagens Stefhany pega as fotos do seu tempo de "Absoluta" onde aparece ao lado de artistas como Preta Gil, Sabrina Santo, entre outros, e troca por uma Bíblia Sagrada. Na segunda parte da música ela conta ainda a história de Jó, personagem bíblico, com quem faz a comparação, de que mesmo "nas cinza como Jó, vou adorar.
absoluta1.png
canto1.png
canto2.png
Publicado Por: Apoliana Oliveira

Filhos de Huck e Angélica recebem alta; casal segue internado

Os filhos de Luciano Huck e Angélica, Joaquim, Benício e Eva, tiveram alta do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, na noite deste domingo (24). A família dos apresentadores se envolveu em um acidente, após pouso forçado de uma aeronave, nas proximidades de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Horas depois, todos foram transferidos para a capital paulista, em um jatinho com UTI móvel.
Foto: AGNews
Também receberam alta as duas babás das crianças, que estavam no avião turbo-hélice Carajá. Casados há mais de dez anos, Luciano e Angélica permanecem internados, na manhã desta segunda-feira (25). Durante à noite, o casal recebeu a visita dos pais. Depois do pouso, os apresentadores e os filhos foram levados, de automóvel, para um hospital de Campo Grande.
Ao saírem do veículo, Luciano estava mancando e com suspeita de fratura em uma das vértebras. Angélica tinha um ferimento na boca, além de se queixar de dores nas costas, e tinha suspeita de ter fraturado a bacia. O filho mais velho, Joaquim, de 10 anos, sofreu um corte no rosto. Angélica estava no Pantanal gravando uma temporada do seu programa, o "Estrelas". Ao chegar em uma fazenda, que serviu de cenário para as gravações, a apresentadora fez uma brincadeira. "Está sendo uma aventura", disse ela.

Como foi o acidente
Segundo o Corpo de Bombeiros e a Aeronáutica, a aeronave decolou às 9h da Estância Caimam, em Miranda, na cidade de Bonito, e seguia para o aeroporto da capital do estado. O pouso forçado ocorreu nas imediações da rodovia MS-080, por volta das 10h52, quando o copiloto informou a Torre de Controle que estava em situação de emergência.
O piloto, Osmar Frattini, confirmou ao "G1" que a aeronave apresentou uma pane na bomba de combustível. O responsável pela aeronave sobrevoava a Serra de Maracaju e procurou uma área de pastagem para pousar. De acordo com a esposa de Frattini, Luciene Gonçalvez Vaz, o marido também afirmou que faltavam dez minutos para o fim da viagem e que Angélica gritou muito.
Fonte: MSN

Enem 2015 terá inscrições abertas a partir desta segunda

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 começam nesta segunda-feira (25). A previsão do Ministério da Educação (MEC) é que elas comecem a partir das 10h no site do Inep.
O exame será realizado em 24 e 25 de outubro. O G1 acompanha o Enem 2015 com notícias atualizadas em uma página especial, e lista os passos essenciais para quem vai fazer a prova organizada pelo Inep.
Veja abaixo um resumo e como saber mais sobre: inscrições, taxa, pedidos de isenção, local de prova e dicas para obter os melhores resultados:
1) ORGANIZE-SE
Prazo de inscrições
Inscrições serão entre 25 de maio e 5 de junho. Ela só será "confirmada" após o pagamento da taxa de R$ 63 até as 21h59 do dia 10 de junho.
Taxa de inscrição
Até 2014, o valor era R$ 35. Agora, passa a ser de R$ 63.
Quem é isento de taxa?
Estudantes da rede pública no último ano do ensino médio estão automaticamente isentos. Além deles, podem obter isenção candidatos que comprovarem carência, segundo as regras do edital.
Cartão de inscrição
Terá que ser baixado ou consultado diretamente no site do Inep sobre o Enem.
Duração das provas
No primeiro dia, ciências humanas e ciências da natureza terão 4 horas e meia de duração. No segundo dia, linguagens, matemática e redação terão 5 horas e meia de duração.
Horário das provas
Portões serão fechados às 13h (horário oficial de Brasília). Mas, dessa vez, as provas só começam 30 minutos depois do fechamento dos portões.
Sabatistas
Os sabatistas no Acre, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Roraima poderão fazer as provas do sábado às 19h do horário local. Nos demais estados, a prova do primeiro dia para os sabatistas começa às 19h do horário de Brasília.
Punição para faltas no Enem
Quem for liberado da taxa e faltar nos dois dias do exame em 2015 terá obrigatoriamente que pagar a inscrição em 2016.
Fonte: G1